Notícia

26 de Dez de 2018 | 11:36h

Casal supera AVCs e realiza sonho de viver amor em São Tomé das Letras: 'A gente é feliz demais'

Coordenador de eventos da capital e psicóloga de Araraquara se conheceram pela internet há oito anos. Problema de saúde dela não impediu que eles começassem nova história em MG.


Casal que se conheceu na internet superou a distância e 4 AVCs para viver seu amor — Foto: Felipe Lazzarotto/EPTV

Um casal que se conheceu pela internet superou a distância, as dificuldades de quatro AVCs e realizou o sonho de viver o amor em São Tomé das Letras (MG).

Até sexta-feira (28), o EPTV2exibe a série de reportagens ‘De Hoje em Diante’, com exemplos de superação, de pessoas que mudaram de vida em busca da felicidade.

O coordenador de eventos Claudemir Souza, de São Paulo, e a psicóloga Sílvia Brunetti, de Araraquara, se conheceram em um site de relacionamento na internet, trocaram mensagens e marcaram um encontro pessoalmente.

"A gente ia para passar um final de ano [juntos] e precisava de algumas de ideias de onde poderíamos ir e ela falou São Tomé [das Letras]”, disse Claudemir.

O casal passou a se encontrar sempre até começar a namorar. Eles revezavam a correria do trabalho com passeios nas montanhas e até abriram um bar na cidade das pedras, onde iam a cada 15 dias.

Depois de um ano de namoro, o sonho de viverem juntos em meio à natureza ficava cada vez mais intenso, porém cada vez mais distante com a correria do dia a dia. Foi quando Sílvia teve quatro Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs).


“Para o AVC e algumas outras doenças o remédio é o amor. Eu tenho muito prazer em fazer tudo o que eu faço por ela”, disse Souza — Foto: Felipe Lazzarotto/EPTV

Novo começo
O que parecia ser o fim de sonho na verdade era apenas o começo. Depois do desespero, o casal se mudou para São Tomé das Letras para uma nova história.

"Eu achei que a qualidade de vida naquele momento era importante. Nós conversamos e resolvemos vira para cá. Ela fala que São Tomé é a pátria espiritual dela, então a gente está no lugar que ela gosta e que eu gosto também", disse Souza.

“Para o AVC e algumas outras doenças o remédio é o amor. Eu tenho muito prazer em fazer tudo o que eu faço por ela", afirmou o coordenador de eventos.


Claudemir e Sílvia se conheceram pela internet — Foto: Felipe Lazzarotto/EPTV

Um existe para o outro
Como na tatuagem que carrega no corpo, Souza acredita que um existe para o outro. “Na verdade é uma saudação africana, aí quando a pessoa vai te cumprimentar e ela fala sawabona ela fala pra você assim: 'eu te admiro, eu te respeito, você é importante para mim' e a pessoa pega e te responde shikoba: 'então eu existo para você'. Eu senti que nossa sintonia era muito forte. Nós não nos desgrudamos nunca mais. Estamos juntos há 7 anos, 8 [ao ser corrigido por Sílvia].”

“Deus mandou a gente ficar e eu fico com ele”, disse emocionada a psicóloga.

"Deus quis que a gente viesse pra cá mesmo. A gente é feliz demais aqui. Esse fato de ter bichos, de ter plantas, de ter paz. A gente tem paz", destacou Souza.


Claudemir colocou na pele aquilo que já estava no seu coração — Foto: Felipe Lazzarotto/EPTV


Voltar para home
Feito com para você
Produzido pela Rádio na NET